Leitura da Profecia de Sofonias (Sof 3,14-18a)

Ideia principal: A alegria cristã fundamenta-se em duas certezas: Deus está no meio de nós e o mal já foi vencido.

– Estamos no Domingo Gaudete (regozijo, júbilo): Jesus está perto e com Ele chega a alegria verdadeira. Não se trata duma alegria galhofeira, como aquela que o mundo oferece, feita da evasão de nós próprios. Mas a alegria que nasce da certeza de que Deus está no meio de nós e nos ama. O seu amor não só perdoa as nossas faltas, mas opera a conversão, transforma-nos e renova-nos.

– Sofonias foi profeta na primeira fase do reinado de Josias (séc. VII a.C.), um rei piedoso que procurou pôr termo aos desmandos do seu antecessor, o rei ímpio Manassés. Mas os tempos são ainda muito difíceis. Em Jerusalém todos são corruptos: o rei, os sacerdotes, os profetas, os juízes; e o povo, seduzido pelos ídolos, abandona-se a eles e presta-lhes culto.

– Apesar de apanhar em cheio este período trágico da história de Israel, Sofonias convida Jerusalém à alegria: «Não temas, Sião, não desfaleçam as tuas mãos». Porque «o Senhor teu Deus está no meio de ti… revogou a sentença que te condenava e renova-te com o seu amor». Esta nova “aliança” entre Jahwéh e Judá, é uma garantia de segurança, de felicidade e de vida em plenitude.

Rezar a Palavra e contemplar o Mistério

Ó Deus, Tu amas-me para além das minhas falhas e fraquezas; o Teu amor me converte, torna-me capaz de vencer o egoísmo e faz-me solidário com os meus irmãos. Ó Deus, eu Te dou graças por teres vindo e permaneceres no meio de nós! Ajuda-me, frente às dificuldades, às angústias, às inseguranças que dia a dia preenchem a nossa existência, a anunciar a boa nova que o Natal traz consigo. Amem.

LEITURA I – Sof 3,14-18a

Clama jubilosamente, filha de Sião;
solta brados de alegria, Israel.
Exulta, rejubila de todo o coração, filha de Jerusalém.
O Senhor revogou a sentença que te condenava,
afastou os teus inimigos.
O Senhor, Rei de Israel, está no meio de ti
e já não temerás nenhum mal.
Naquele dia, dir-se-á a Jerusalém:
«Não temas, Sião, não desfaleçam as tuas mãos.
O Senhor teu Deus está no meio de ti,
como poderoso salvador.
Por causa de ti, Ele enche-Se de júbilo,
renova-te com o seu amor,
exulta de alegria por tua causa, como nos dias de festa».

À Quinta-Feira, das 19h às 20h: “Lectio Divina”.
Venha reflectir e rezar o Evangelho do Domingo seguinte.
Estamos na Basílica, na sala ao lado do Acolhimento.